Pesquisar neste blogue

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Mousse de chocolate vegan

Já há algum tempo que andava para experimentar com aquafaba. O que é aquafaba, perguntam vocês? É a água de cozer o grão/ feijão, quer seja o que cozemos em casa ou mesmo a que vem com os enlatados. Quando batida "em castelo", funciona tal e qual como as claras - só os franceses para se lembrarem disso! Tem é de ser reduzida antes para ficar mais consistente (se não demora séculos até ficar firme!). Pode ser usada em todo o tipo de receitas onde se usariam claras em castelo, como mousses, merengues... Pode também usar-se simples para substituir um ovo batido em bolos e outras receitas. Se encostarmos o nariz, nota-se o cheiro do grão/ feijão (supostamente o feijão branco é o mais suave), mas não se nota de todo no sabor! Esta mousse é divinal e sem culpa, quer pelos animais, quer pelas calorias. Encontrei no site da The Vegan Society e é baseada numa do blog Mouthwatering Vegan Recipes. Faz 4 a 6 unidades.

  • 250 ml da água de cozer grão/ feijão (ou de lata)
  • 100 g chocolate negro (70% cacau)
  • 3 c. sopa açúcar em pó
  • 1 c. chá aroma baunilha
  • 1 pitada de sal

Colocar a aquafaba num tacho ao lume até levantar fervura e deixar ferver em lume brando 10 a 15 minutos, até ficar com cerca de metade da quantidade. Deixar arrefecer um pouco e reservar.
Derreter o chocolate em banho-maria ou no microondas, mexendo frequentemente, com cuidado para não queimar. Reservar.
Colocar a aquafaba reduzida numa taça e bater com a batedeira até ficar em espuma/ castelo pouco firme. Juntar o açúcar, a baunilha e uma pitada de sal e bater até ficar em castelo bem firme - dependendo da batedeira, pode demorar uns minutos.
Com cuidado, envolver o chocolate morno na aquafaba (e nunca ao contrário - já tentei e não funciona!), com a ajuda de uma espátula e apenas uma colher de cada vez - é normal que o "tamanho" reduza um pouco.
Dividir por taças e colocar no frigorífico no mínimo 4 horas.

1 comentário: